Polícia encontra armas, drogas e centenas de munições com comerciante

Um comerciante de 36 anos, proprietário de uma loja de baterias, foi preso em flagrante pela Polícia Militar após o encontro de armas, munições, drogas e um distintivo falso da Polícia Civil no estabelecimento e em sua residência.


Ele não teve o nome divulgado e foi alvo de denúncia anônima que deu conta de que grande quantidade de armamentos poderia ser encontrada em seu poder.
De acordo com a PM, um revólver calibre 38 foi achado sobre o micro-ondas do comércio, enquanto que, no escritório, foram encontrados mais um simulacro de arma e diversas munições calibre 38 e 9 mm.

O próprio comerciante informou que possuía mais armas em sua casa, prometendo dá-las aos militares caso não fosse preso.
Acreditando que tinha um acordo, ele forneceu seu endereço, onde foram achados algum tempo depois dois revólveres, outro simulacro, uma espingarda, duas pistolas, três máquinas de choque, três espingardas de pressão e um arpão.

Para piorar ainda mais a situação do comerciante, os patrulheiros, do 11º Batalhão, encontraram 13 notas falsas, um distintivo falso da Polícia Civil e 200 comprimidos de ecstasy.
Foram apreendidas ainda 303 munições de diversos calibres, bem como dois rádios-comunicadores (HTs), uma caixa contendo inúmeros relógios, anéis, correntes e pulseiras de procedência duvidosa, um aparelho celular e uma identidade funcional, também falsa, do Inmetro, com o nome e a foto do acusado.

Ainda segundo a PM, o detido foi levado ao Plantão Policial, onde foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e munições, tráfico de drogas, corrupção ativa e uso indevido de distintivo da Polícia Civil.

Reportagem: Redação Imprensa Policial

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.