Ladrão se refugia na sede do 11º Batalhão da PM e pede ajuda para não apanhar

Imagem Ilustrativa

Um motoboy de 35 anos correu para o 11º Batalhão da PM, no bairro Anhangabaú, em Jundiaí, na noite de Quinta-feira (28), para pedir ajuda, depois de ser reconhecido como ladrão, também por um motoboy. Isso mesmo! Um ladrão foi pedir ajuda à polícia para não apanhar da vítima que ele furtou.

Ele havia furtado o capacete do seu colega, também motoboy, dois dias antes no estacionamento de um shopping na avenida 9 de Julho. A vítimas pediu as imagens à direção do shopping, que forneceu.

Com as imagens ela conseguiu identificar o ladrão, que para sua surpresa, era da mesma profissão.
O ladrão foi abordado pelo motoboy “do bem” e outros motoboys próximo da sede da PM, para onde ele correu para não apanhar.


Para a polícia ele explicou que horas antes haviam furtado o seu capacete, e que por isso ela também resolveu cometer um furto.

Todos foram levados para o Plantão Policial, onde o ladrão telefonou para sua esposa, pedindo que ela levasse para a delegacia o capacete furtado. O item foi levado e devolvido à vítima.

O motoboy criminoso foi indiciado por furto e liberado para responder ao processo em liberdade.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.