Anúncio

Sulli: após suicídio, Coreia lança projeto de lei contra ofensas

A lei será apresentada no 49º dia desde a morte da atriz e cantora, no dia 14 de outubro


Após o suicídio da atriz e cantora Sulli, ex-integrante do grupo f(x), um grupo de legisladores da Coreia do Sul propôs projeto de lei que visa lidar com o ciberbullying. De acordo com o jornal World Today, a lei é apelidada de “Sulli Act”, em homenagem à jovem artista.

O jornal afirma que a lei será promulgada por nove membros da Assembleia Nacional e cerca de 100 organizações, incluindo a Global Culture & Art Solidarity, Federation of Korean Trade Unions e a Korean Government Employee’s Union, assim como aproximadamente 200 celebridades que tiveram experiência recebendo “comentários maliciosos” ou foram colegas de Sulli.

Nenhum comentário

Anúncio

Tecnologia do Blogger.