Soluço é algo comum e atinge pets de todas as idades

Os filhotes estão mais propensos devido ao comportamento

É comum cães e gatos apresentarem o quadro de soluço. Pode parecer fofo no primeiro momento e geralmente eles surgem durante as brincadeiras ou após alguma refeição. Entretanto, se o soluço se tornar algo rotineiro, o tutor deve levar o animal ao veterinário.


De acordo com a médica veterinária, Jaqueline Sousa, o soluço é uma disritmia do diafragma, ou seja, é como se o músculo entrasse em “desordem” na hora da respiração. Ela aponta que qualquer pet pode apresentar o quadro, mas os filhotes podem ter mais soluço devido ao comportamento.

“O soluço não está ligado a idade, mas geralmente os filhotes são mais propensos por ainda não saberem se portar da melhor maneira. Às vezes comem muito rápido e brincam de forma atrapalhada”, afirma.


A veterinária orienta que o soluço não é nada grave e dificilmente pode causar algum mal ao animal. Mas o tutor deve estar atento aos “métodos” que utiliza para aliviar o quadro. Na opinião da profissional, esperar passar por conta própria é o melhor a se fazer.

“Dar susto no pet ou fazer ele dar ‘pulinhos’ não são opções viáveis. O melhor é esperar passar. Beber água ou comer pode ajudar. O ato de comer faz com que respiração volte ao compasso, devido às pausas involuntárias”, afirma.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.