Edvaldo é condenado a 22 anos de prisão


Nesta sexta-feira (27), foi condenado, em juri popular, Edvaldo da Silva, que matou a esposa com 20 facadas em Itupeva, no bairro Santa Helena, no início deste ano.
Pelo crime, ele foi sentenciado a 22 anos de prisão.A vítima, Elizangela Pereira de Almeida, foi encontrada, antes de morrer, gravemente ferida na casa do acusado, após denúncia de vizinhos, que escutaram gritos e o viram fugindo em direção a uma área de mata.
Na época Elizangela já havia registrado dois boletins de ocorrência contra o ex-marido.


Segundo a polícia, Elizangela Pereira de Almeida deu queixa contra Edvaldo da Silva duas vezes, uma por ameaça e outra após o suspeito ter ateado fogo na casa dela.

A Justiça havia cedido uma medida protetiva para que o suspeito ficasse longe de Elizangela, mas a vítima tinha pedido para que fosse retirada, conforme a polícia. A família afirma que não sabia sobre a decisão.
Elizangela foi morta com pelo menos 23 facadas, segundo relato da equipe médica à polícia, na noite de sábado, na casa do ex-marido, que fica no bairro Santa Helena.

Segundo a polícia, vizinhos escutaram gritos e viram Edvaldo, com quem a vítima foi casada, saindo de casa dele em direção a uma área de mata.

Policiais foram até a residência e precisaram arrombar a porta, encontrando Elizangela gravemente ferida. A vítima foi socorrida e levada ao hospital municipal de Itupeva, mas chegou sem vida.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.